Bacharelado ou tecnólogo? Qual o melhor para a minha carreira profissional?

Bacharelado ou tecnólogo? Qual o melhor para a minha carreira profissional?

Escolher qual curso de graduação seguir é uma decisão importante e que nem sempre é fácil. Afinal, existem diversas opções no mercado e o futuro aluno às vezes não conhece muito bem as diferenças entre elas. Mas, em geral, existem duas alternativas: um curso na modalidade bacharelado ou uma formação como tecnólogo. As duas oferecem ao concluinte um diploma de nível superior, porém cada uma com suas características específicas.

Para ajudar você explicaremos, neste post, o que você deve levar em consideração na hora da escolha e quais os benefícios de uma decisão bem orientada e esclarecida! Vamos lá?

Cursos de bacharelado têm uma formação mais geral

Primeiro vamos explicar bem as diferenças. Os cursos na modalidade bacharelado, geralmente, são aqueles oferecem uma formação mais geral, abrangendo na proposta de disciplinas diversas frentes da profissão, ou seja, falando sobre uma ou mais áreas (normalmente dando uma noção geral de todas) em que os futuros profissionais poderão atuar. Se dali para frente eles irão se especializar em uma ou outra, é um assunto à parte, mas o fato é que um bacharel terá uma formação generalizada e mais demorada. O curso dura no mínimo quatro anos (alguns cursos, como os da área de engenharia, por exemplo, podem durar até seis anos).

Cursos tecnólogos darão uma formação mais focada:

Em contrapartida, os cursos de graduação tecnológica também possuem titulação de curso superior e, ao final, lhe concederão um diploma de terceiro grau da mesma forma, que inclui até fazer uma pós-graduação, depois da conclusão do curso.

No entanto, a maior diferença está na duração (em média dois anos) e também uma formação mais focada. Geralmente, dando maior preparo para o profissional lidar com áreas específicas de uma carreira, o que pode ser muito interessante para algumas empresas recrutadoras.

Vantagens assim têm feito com que o curso esteja em alta. Os formados estarão aptos a exercer funções de determinado eixo tecnológico com plena competência e base acadêmica, podendo suprir demandas próprias de muitos ramos do mercado, aliando conhecimento às necessidades por mão de obra qualificada em diversas áreas da economia.

Com qual área mais me identifico para carreira profissional?

Em seguida, é hora de se fazer esta pergunta. Por exemplo, há profissionais que pretendem ingressar em menor tempo no mercado de trabalho e até se profissionalizar por meio de um diploma de nível superior em uma área em que já atuam, podendo se beneficiar de um curso de menor duração, assim como jovens que estão em início de carreira também o podem fazer.

Outro fato interessante é que cursos tecnológicos podem oferecer linhas de estudo mais específicas e diretamente voltada aos objetivos de um estudante que, muitas vezes, pode não querer ou não entender o porquê de fazer um curso extenso. Portanto, descobrir qual a área da carreira profissional, que você mais se identifica, é um passo importante para a escolha de um curso, que se encaixe com o seu perfil.  

Então, você já sabe qual curso escolher? Ainda tem dúvidas sobre este assunto? Deixe um comentário no campo abaixo e teremos o maior prazer em ajudar!

WhatsApp WHATSAPP