Tecnologia da Informação é uma boa área para mulheres?

Tecnologia da Informação é uma boa área para mulheres?

Vamos começar este artigo respondendo logo à pergunta do título: sim, a Tecnologia da Informação (TI) é uma excelente área para mulheres. Se você é uma jovem que está saindo do ensino médio e já está buscando se especializar para entrar no mercado de trabalho, saiba que mais do que ser uma excelente área, a TI tem falta de mulheres. Acompanhe para entender!

Faltam mulheres na área de Tecnologia da Informação (TI) no Brasil e no mundo

Um estudo recente divulgado pela associação americana de TI Computing Technology Industry Association (CompTIA), mostra que apenas 24% dos postos de trabalhos em empresas de tecnologia em todo o mundo são ocupados por mulheres. A Advancing Women In IT, uma divisão da associação que visa empoderar as mulheres para atuarem no mercado tecnológico, pesquisou diversos países e concluiu que o Brasil repete o comportamento dos demais países em desenvolvimento: por aqui, mais de 80% dos alunos matriculados em cursos relacionados à computação são homens e apenas 8% dos cargos de liderança no segmentos são ocupados por profissionais do sexo feminino.

As meninas não são estimuladas a investir na carreira tecnológica?

Para Leonard Wadewitz, diretor da CompTIA na América Latina e México, “as meninas são pouco estimuladas a estudar matemática, ciência e tecnologia nas escolas”. Isso, acredita, contribui muito para a pouca participação feminina no mercado de tecnologia.
Também há que se considerar que o boom tecnológico em todo o mundo iniciou-se na segunda metade do século XX, um momento de transição das mulheres, que passaram a pleitear espaços no mercado de trabalho. Logo, também neste segmento de mercado, dá-se um período de adaptação, o que os especialistas chamam de “alfabetização tecnológica”, o que se reflete na timidez das mulheres a aderir às carreiras em tecnologia.
— Leia também: Profissões tecnológicas: o futuro do mercado de trabalho.

3 mulheres conhecidas mundialmente por suas carreiras bem-sucedidas na área de TI

O que as jovens em todo o mundo não podem reclamar é da falta de exemplos na área de tecnologia. A seguir, veja algumas mulheres que se destacam neste mercado:

1. Sheryl Sandberg

Sheryl Sandberg é simplesmente a diretora operacional do Facebook, maior rede social do mundo, desde 2008. Antes disso, já atuou no Google e também no Departamento de Tesouro dos Estados Unidos.
Ela é formada pela Harvard University, também está entre as mulheres mais ricas do mundo – e não recebeu herança nenhuma.

2. Camila Achutti

Em 2015, aos 23 anos, a brasileira Camila Achutti foi premiada nos Estados Unidos como uma das mulheres mais visionárias do mundo. O Instituto Anita Borg reconheceu os resultados significativos da profissional na área de tecnologia.
Bacharel em Ciência da Computação pela USP, ela é autora do site Mulheres na Computação e é embaixadora do Technovation Challenge no Brasil, programa global que incentiva o empreendedorismo feminino.

3. Marissa Mayer

Cientista da computação pela Stanford University, a americana Marissa Mayer tem uma carreira brilhante em TI. Ela já passou pelo Google e hoje é diretora executiva da Yahoo. Está entre as executivas mais poderosas do Vale do Silício é, entre outros feitos, a grande responsável por recolocar o Yahoo de volta no eixo para competir como um dos principais mecanismos de buscas do mundo juntamente com o Google.
E você, já pensou em ser uma mulher bem-sucedida na área de TI? Deixe um comentário! Para ficar por dentro dos nossos artigos, assine a newsletter!
 

WhatsApp WHATSAPP