Graduação em Redes de Computadores: 7 razões para fazer uma

Graduação em Redes de Computadores: 7 razões para fazer uma

Existem inúmeras razões para fazer uma graduação em Redes de Computadores. É o que apresentaremos neste artigo. Você entenderá aqui porque escolher este curso pode ser uma excelente opção de carreira. Acompanhe!

1. O mundo está cada vez mais conectado

Não é mais possível imaginar o mundo sem a conectividade. E ela só é conseguida por conta dos inúmeros formatos de redes de computadores que existem. Há inúmeros especialistas falando em hiperconexão, que é, basicamente, um número imenso de redes criadas para os mais diversos fins, conseguindo assim que as comunicações se tornem mais rápidas e eficientes. O mundo, neste sentido, está cada vez mais conectado, e isso é bom para quem tem conhecimentos nesta área.

2. A Internet das Coisas é cada vez mais presente

Você já ouviu falar em Internet das Coisas (Internet of Things – IoT)? Pois é, os objetos mais inusitados agora podem ter conexão com a internet, seja por meios de sensores ou ligados a aplicativos (apps).
Assim, roupas, utensílios domésticos, móveis, edifícios… Tudo pode estar ligado à web; pode ser controlado através de aplicações para internet.
Este boom de coisas conectadas precisa ser organizado, gerenciado, controlado via redes de computadores. Eis aí uma forte razão para escolher um curso superior em Redes de Computadores: as organizações precisam cada vez mais de profissionais especializados em proporcionar e manter conexões de computadores e outros dispositivos (smartphones, tablets etc.). E quanto mais objetos conectados, maiores serão as preocupações com a segurança da informação e com a disponibilidade das conexões.

3. Faltam profissionais de Redes de Computadores no Brasil

Os países em desenvolvimento — o Brasil como carro chefe na América Latina — enfrentam neste momento um déficit de profissionais de redes e conectividades. De acordo com a Cisco, faltam hoje no país mais de 117 mil profissionais para esta área.
Empresas de todos os portes e em todos os segmentos de mercado (também o próprio governo) estão numa verdadeira corrida pela informatização de seus processos e atividades. Tanto que, de acordo com a IDC, até o final de 2016, mesmo em crise econômica, a América Latina deve investir mais de 139 bilhões de dólares em soluções tecnológicas, especialmente em computação em nuvem, internet das coisas, big data e mobilidade.
Em outras palavras, quem optar por fazer um curso de graduação em Redes de Computadores tem a seu dispor um mercado ainda muito aquecido, pois esta falta de profissionais deve perdurar pelos próximos cinco anos.

4. Salários para profissionais de redes estão entre os maiores do mercado

Outro ponto importante que deve ser considerado na hora de escolher um curso em redes de computadores é os ganhos que estes profissionais obtém. De acordo com o Guia de Profissões da Catho (maior banco de dados de empregos e recolocação profissional do país), o salário mínimo de um analista de redes iniciante gira em torno de R$ 1.900, podendo chegar a R$ 35 mil conforme o grau de especialização e a experiência profissional.

6. A grade curricular do curso de Redes de Computadores é dinâmica

Quem pensa na complexidade das redes de computadores geralmente não sabe o quanto um curso de graduação na área pode ser dinâmico e até divertido. Na Alcides Maya, por exemplo, o curso de Redes de Computadores tem duração de 2,5 anos (formação rápida) e contempla matérias como sistemas operacionais, lógica e algorítimos, mídias digitais, bancos de dados, gestão de projetos, redes sem fio e com fio; além de práticas em laboratórios onde os alunos podem exercer as atividades para chegar ao mercado de trabalho já com experiência.

7. Inúmeras possibilidades de atuação

Por fim, uma forte razão para escolher o curso de redes de computadores é a possibilidade de exercer muitas funções, o que dá mais chances de empregabilidade e crescimento profissional.
Um profissional formado em redes de computadores pode atuar como administrador de redes, analista de redes, analista de suporte, analista de segurança da informação, gerente de projetos de redes, além de poder atuar com consultoria e também empreender na área (criar sua própria empresa).
Você está afim de saber mais sobre o curso de graduação em redes de computadores da Alcides Maya? Clique aqui! Se preferir, deixe um comentário!

WhatsApp WHATSAPP